08 dezembro 2012

PLÁGIO!


       Esta apostila foi desenvolvida pela Comissão de Avaliação de Casos de Autoria (biênio 2008-2010), do Departamento de Comunicação Social - Instituto de Arte e Comunicação Social (IACS) da Universidade Federal Fluminense.

        Quer um exemplo do que é considerado plágio?     
TEXTO ORIGINAL
CITAÇÃO INDIRETA COM PLÁGIO
CITAÇÃO INDIRETA CORRETA

Como toda atividade racional e sistemática, a pesquisa exige que as ações desenvolvidas ao longo de seu processo sejam efetivamente planejadas. De modo geral, concebe-se o planejamento como a primeira fase da pesquisa, que envolve a formulação do problema, a especificação de seus objetivos, a construção de hipóteses, a operacionalização de conceitos etc.
Referência:
GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007. p. 19.

Conforme explica Gil (2007), a pesquisa exige planejamento dasações desenvolvidas durante seuprocesso. Planejar é o ponto de partida da pesquisa, que parte daformulação do problema passa pela construção de hipóteses etc.
Referência:
GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007. p. 19.
Por que isto é plágio?
O redator manteve a mesma estrutura do texto original e reproduziu trechos literais, apenas substituiu alguns sinônimos.


De acordo com Gil (2007) o processo de pesquisa deve ser iniciado com o planejamento e o primeiro passo a ser dado é a  formulação do problema.

Referência:
GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa.4. ed. São Paulo: Atlas, 2007. p. 19.

Por que isto não é plágio?
O redator conservou palavras essenciais do texto original (pesquisa, planejamento) e usou sinônimos para outras, mas mudou a estrutura da sentença, utilizou a voz passiva e reduziu o texto para um período.